A magia de escrever, ter o texto comentado e relembrar

Todos os escritores do Obuli estão sumidos. Sim! Devido aos diversos trabalhos, estudos e outras obrigações não estamos conseguindo escrever e muito menos nos ver. Sempre marcamos, sempre furamos. Assim sendo, esse post é um ensaio de volta. Sinto saudades de meu brotha Jun Alcantara e da minha sistha Nubiha Modesto. Saudades das nossas reuniões…

A contradição do Afropunk e de ser um negro alternativo

Dentro de uma cultura hegemonicamente branca, ser negro já te faz alternativo, diferente. De um modo ruim, é claro. Diferentes em relação a quem? Já disse a escritora portuguesa Grada Kilomba: “Eu só me torno diferente se a pessoa branca se vê como ponto de referência, como a norma da qual eu difiro. (…) Eu…

Uma verdade sobre transição capilar

Em meados de 2012 decidi que queria usar meu cabelo da forma como ele nasce, isso significou abandonar os alisantes, relaxantes, tinturas e apliques de cabelo humano. Nunca tive problemas em fazer mudanças radicais de visual, aprendi com minha mãe, cabeleireira de mão cheia, que cabelo taí para nos divertirmos. Se der errado (e muitas…

A Nova Etiqueta das Ruas

Uma boa maneira de dar o pontapé inicial a projetos novos é reeditar material antigo que você acha legal. Esse é o caso do artigo abaixo. De autoria de Jun e Kibe, ele foi publicada há uns quatro anos atrás em uma edição da revista O Menelick Segundo Ato. Tem um formato pouco usual para…